CONTINUE NA CONTRA MÃO DO MUNDO


CONTINUE NA CONTRA MÃO DO MUNDO

Não ameis o mundo

No mundo da gente ser livre me custa

Viver para quem? Agradar quem? Ser marionete do sistema?

No mundo da lua vivendo a mentira, e arrotando hipocrisia?

Sonhando acordado com o que não se pode conhecer

Na verdade cada cabeça é um mundo que não se pode domar

É como querer perscrutar um caminho sem nunca poder ver

Que o que queremos de verdade é preencher o nosso ardor

Com amor que de tão grande não cabe em nosso mundinho particular

Todo mundo sabe o vazio que te faz falta e todo mundo busca sobrepor

Do coração, vêm as decisões, dos olhos as cobiças, e dos pezes o precipitar.

Não, não, não, ameis as coisas, as ilusões, as situações que garimpam o seu amor.

“não ameis o mundo, nem as coisas que nele há, pois isso é o que vale acreditar”.

Eu estou no mundo, vivendo no mundo mais com o coração e a cabeça no Céu,

Pois este sim é meu mundo que o Pai foi preparar, este sim vale a pena buscar…

Wagner de Salles   

janeiro de 2012

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s