CARACTERÍSTICAS DA VIDA QUE VENCE 1


CARACTERÍSTICAS DA VIDA QUE VENCE


1 Samuel 15:29
Também a Glória de Israel não mente, nem se arrepende, porquanto não é homem, para que se arrependa.
[Em hebraico a expressão “a Glória de Israel” também pode ser traduzida por “a Força de Israel”, “a Esperança de Israel”, “O Triunfador de Israel” ou “a Vitória de Israel”.]
Que é vitória? Na Bíblia, a palavra vitória é mencionada pela primeira vez em 1 Samuel 15:29, onde é dito que a Vitória não mentiria nem se arrependeria.
De fato, a vitória é uma pessoa.
Uma coisa não é uma pessoa e um assunto também não é uma pessoa, mas a Vitória de Israel é uma pessoa.
A vitória não é uma coisa ou uma experiência, nem é um assunto; é uma pessoa: É Cristo!
A vitória não é algo que provém de nós. Não é nossa experiência, mas uma pessoa.
A vitória não depende do que somos, mas do fato de Cristo viver em nosso lugar. É por isso que a vitória que temos não mentirá nem se arrependerá. Agradecemos ao Senhor e O louvamos porque a vitória é uma pessoa viva!
O QUE É A VITÓRIA?
Precisamos examinar as características da vida que vence.
A Bíblia nos mostra muitas características da vida vencedora. Não conseguiremos enumerá-las todas nesta mensagem; apenas mencionaremos cinco delas.

CINCO CARACTERÍSTICAS DA VIDA QUE VENCE
O significado dessa vida: uma vida substituída, e não uma vida modificada.
A vitória não significa que alguém se corrige, mas é substituído por outro.  Gálatas 2:19-20, que diz: “Estou crucificado com Cristo; logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim; e esse viver que, agora, tenho na carne, vivo pela fé no Filho de Deus”.

Significa que nossa vida é substituída. Nossa vida já não está na esfera do “eu”; já não tem nada a ver conosco. Não se trata de um “eu” mau convertido em um “eu” bom; nem de um “eu” sujo mudado em um “eu” limpo; o que se diz é “já não sou eu”.
O erro mais grave que cometemos hoje é pensar que a vitória supõe um progresso e que a derrota indica uma ausência de progresso.
É por isso que pensamos que tudo irá bem se não perdemos a paciência ou sempre que tenhamos uma comunhão íntima com o Senhor. Achamos que se temos essas coisas, venceremos; mas devemos lembrar que a vitória não tem nada a ver conosco. Nós não temos nenhuma participação nessa vitória.

Uma vez um irmão me disse com lágrimas nos olhos: “Não consigo vencer!” Respondi-lhe: “Irmão, é claro que você não consegue vencer”.
Ele acrescentou: “Não sou capaz de vencer e nada posso fazer a esse respeito”. Sendo assim, eu lhe disse: “Deus não tem a intenção de que você vença por sua própria conta. Não é a intenção Dele que o mau gênio que você tem seja mudado por uma personalidade calma, nem que sua obstinação torne-se mansidão. Deus não tem a intenção de mudar sua tristeza em gozo.

A maneira de Deus agir é fazer uma substituição da sua vida por outra. Isso não tem nada a ver com você”.

Uma irmã dizia: “Para outros é fácil vencer. Mas para mim é muito difícil. Meu gênio é pior que o de qualquer um; meus pensamentos são mais impuros que os dos demais e minha natureza é pior que a dos outros. Não consigo controlar-me”.
Respondi-lhe: “Você tem razão. Não apenas é difícil que vença; é impossível que consiga”. Você crê, por acaso, que se alguém for um pouco mais honesto simples ou com personalidade calma será mais fácil para ele vencer? Nunca! Por um lado, ainda que uma pessoa mude e torne-se mais amável, mais santa e mais perfeita, de qualquer maneira tem de ser eliminada, e Cristo tem de entrar antes que ela possa vencer.
Um homem iracundo e moralmente corrupto precisa crer no Senhor Jesus, e um homem que tem um bom temperamento e é muito correto também precisa crer no Senhor Jesus.
Agradecemos e louvamos ao Senhor porque a vitória é Cristo e não tem nada a ver conosco.

Watchman Nee conta que nunca viu uma pessoa a quem fosse tão difícil vencer como certa irmã que ele conheceu. Ela passou duas horas contando-me todos os fracassos que teve desde que era jovem até chegar aos cinqüenta anos. Ela não conseguia vencer seu orgulho nem seu mau gênio. Sofreu derrota após derrota. Não havia pessoa tão desejosa de vencer como ela; mesmo assim, ninguém como ela achava tão impossível vencer. Ela me disse que se existissem pessoas que gostariam muito de vencer, ela deveria ser uma delas; e também que se existissem pessoas que não conseguiriam vencer, ela sem dúvida seria uma delas. Ela se lamentava de seus fracassos e até tentou certa vez suicidar-se por causa deles. Havia perdido toda a esperança. Ela estava cheia de pecados, orgulho e mau gênio. Uma pessoa que não conhecesse o caminho da vitória, talvez tivesse sido contagiada pelo seu bombardeio de palavras. Alguém que não soubesse o que significa vencer, teria concluído que ela não tinha remédio.

Mas devemos agradecer e louvar ao Senhor. Eis aqui boas novas: você não pode mudar; tudo o que precisa é uma substituição.
A vitória não consiste em que você vença, mas em que Cristo vença em seu lugar.
Gn 39: 1-23

continua no2
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s