QUANDO A MULHER CRISTÃ É CASADA COM UM NÃO-CRISTÃO – capítulo 7 – série mulher virtuosa


QUANDO A MULHER CRISTÃ É CASADA COM UM NÃO-CRISTÃO  -  capítulo 7  -  série mulher virtuosa

Esta tem sido a situação mais comum entre o povo de Deus: a mulher de Deus casada com um não-cristão. Muitas destas mulheres têm derramado lágrimas de dor e humilhação, por sofrerem tantas injustiças da parte daqueles a quem tanto amam.

A maioria delas, no entanto, desconhece a força que têm, ou então subestimaram o poder de Deus que há dentro delas. Por isso, a situação se torne cada vez pior.

Há mulheres que já oraram, jejuaram,fizeram vigílias e todo tipo se sacrifício na igreja, a fim de converterem seus maridos, e o resultado foi negativo. Por quê?

A verdade é que estas mulheres têm feito seus sacrifícios apenas dentro da igreja, ao invés de os realizarem muito mais fora dela, isto é, na sua própria casa. Não adianta sacrificar na igreja e não sacrificar em casa!

E o sacrifício em casa é um comportamento tal qual ela tem na igreja! De que adianta orar, jejuar e chorar diante de Deus, se em casa a mulher discute com o marido, reclama de tudo e exige uma série de coisas que ele não tem capacidade de atender?

Se ao invés de fortalecê-lo com palavras de fé, estimulo e amor, a mulher só procura manifestar cobranças e mais cobranças? Se procurar sempre irritá-lo com seus problemas?

Assim é praticamente impossível ao Espírito de Deus encontrar espaço ou condições para falar com o marido. Ora, mulher, se você enfrenta esse tipo de dificuldade, deve reconhecer que você mesma tem sido a maior barreira a impedir o seu marido de se converter.

Se reconhecer isto e for humilde diante de Deus, para Lhe pedir sabedoria na direção da sua casa, e especialmente no trato com o seu marido, tenho a mais absoluta convicção de que Deus irá lhe inspirar a agir para ganhá-lo para o senhor Jesus! É assim que o Espírito de Deus tem falado por intermédio do apóstolo Pedro:

“Mulheres, sede vós, igualmente, submissas a vosso própria marido, para que, se ele ainda não obedece à palavra, seja ganho, sem palavra alguma, por meio do procedimento de sua esposa, ao observar o vosso honesto comportamento cheio de temor.”

1 Pedro 3.1,2

No sexo

Não importa se a mulher é cheia do Espírito Santo e o seu marido perturbado. Desde que sejam casados diante de Deus, ela não é mais dona do seu corpo, e sim ele. Da mesma forma o marido também não é mais dono do seu próprio corpo, mas sim ela.

Desse modo, nenhum dos dois pode privar o outro de relação sexual, a não ser por mútuo consentimento, para orar, jejuar, consagrar sua vida ou algo em que estejam de comum acordo. Esta é a orientação que recebemos do Espírito Santo:

“O marido conceda à esposa o que lhe é devido, e também, semelhante, a esposa, ao seu marido. A mulher não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim o marido; e também semelhantemente, o marido não tem poder sobre o seu próprio corpo, e sim a mulher. Não vos priveis um ao outro, salvo talvez por mútuo consentimento, por algum tempo, para vos dedicardes à oração e, novamente, vos ajuntardes, para que Satanás não vos tente por causa da incontinência.”

1 coríntios 7.3-5

O marido não tem direito de obrigar a mulher a praticar o sexo contrário a natureza, ou seja, o sexo anal. A própria natureza ensina que, no sexo, há um lugar para cada e cada coisa deve ser colocada no seu devido lugar.

Além do mais, a mulher não é um homossexual, para se submeter a tal infâmia diabólica! Esta prática é chamada de sodomia, porque provém de Sodoma.

E vejam o julgamento de Deus para com esta cidade (Gênesis 19)! Assim também acontece com os que da mesma forma a praticam:

“Por causa disso, os entregou Deus a paixões infames; porque até as mulheres mudaram o modo natural de suas relações íntimas por outro, contrário a natureza; semelhantemente, os homens também, deixando o contacto natural da mulher, se inflamaram mutuamente em sua sensualidade, cometendo torpeza, homens com homens, e recebendo, em si mesmos, a merecida punição do seu erro.”

Romanos 1.26,27

A mulher que estiver sendo forçada por seu marido a ter relação sexual anal deve, em hora calma de conversa, submeter tais versículos à consciência do seu parceiro. Logo o espírito de Deus háde fazer o resto.

 

 

 

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s