As vestes da mulher virtuosa Capítulo 4 série mulher virtuosa


As vestes da mulher virtuosa

Não há absolutamente nada de errado quando a mulher se maquia, arruma o cabelo com adereços, corta pinta, enfim, faz tudo o que acredita ser o melhor para ter uma aparência bonita. Aliás, é dever de toda mulher, especialmente se ela é de Deus, procurar ter a melhor aparência possível, para se apresentar na igreja ou em qualquer outro lugar. Isto, entanto, não deve exceder os limites para que não se vista e se maquie de tal forma que atraia a atenção de todos. Todo zelo que tiver com o seu exterior deve ser observado com máxima discrição e simplicidade. As vestimentas sensuais e eróticas são condenáveis a Palavra de Deus, uma vez que excedem o bom sensor, além de fazerem transparecer o caráter totalmente inverso ao de Deus.

As mulheres que deixam extravasar sua sensualidade, quer atravéz do seu comportamento, quer por suas vestimentas, agem dessa forma porque têm um espírito demoníaco, chamado pomba-gira. Por acaso não procedem assim às prostitutas, quando querem atrair clientes?   Quando a mulher é virtuosa ela é também sábia. Na sua sabedoria, preocupa-se com a sua aparência interior, porque essa naturalmente irá se refletir no seu exterior. Ela cuida, acima de tudo, do seu coração e guarda a sua língua de “jogar conversa fora”, manifestando assim discrição. Quando fala nunca deixa transparecer o desejo de sua voz venha encobrir a dos demais.  Quando o coração dela está cheio de presença de Deus, então ele se alegra, e a sua alegria faz embelezar o rosto: “O coração aformoseia o rosto, mas com a tristeza do coração o espírito se abate.” (Provérbios 15.13).

O temor a Deus

O temor a Deus constitui a base do caráter genuinamente cristão. As Sagradas Escrituras afirmam:“Enganosa é a graça, e vã, a formosura, mas a mulher que teme ao Senhor, essa será louvada.”(Provérbios 31.30).  Todas as demais virtudes, não apenas de mulher mês também do homem de Deus, estão assentadas sobre essa pedra: o temor a Deus, que tem sido confundido por muitas pessoas com a fé. È possível ter fé sem temor a Deus, e isto tem acontecido com muita freqüência nestes últimos tempos. Não são poucos os que têm manifestado uma grande fé em Deus e, no entanto, o testemunho de suas vidas é totalmente diferente daquilo em que têm acreditado.

Para este tipo de gente, a pregação da Palavra de Deus é fácil. Falar da salvação e do amor do Senhor Jesus também é muito simples, afinal de contas, quantos artistas têm interpretado o amor de Deus e vivido em um verdadeiro inferno? Assim também são muitos “pregadores profissionais”, os quais apresentam uma grande fé diante do público, mas, na vida pessoal, não há um mínimo de temor para com Deus, pois praticam justamente o oposto do que pregam. O Senhor Jesus disse que não são os ouvintes da Palavra que são salvos, mas os praticantes dela. Somente praticam a Palavra de Deus aqueles que verdadeiramente têm temor no coração para com Ele. A mulher que teme a Deus é sábia e, portanto, edifica a sua casa.

A submissão

No reino deste mundo, a palavra submissão significa servidão. Os mais fracos são obrigados a se submeterem aos mais fortes. No Reino de Deus, no entanto, submissão significa grande prazer em servir, pelo amor. Enquanto neste mundo as pessoas mais fracas são subjugadas ás mais fortes, pelo poder do dinheiro, de posição ou até mesmo pela força física, no mundo de Deus seus servos fazem questão de Lhe servir de todo o coração e com todas as suas forças, movidos pelo Espírito do amor.Aí está o grande valor de mulher de Deus: ela se submete ao seu marido movida pelo espírito do amor que há dentro dela, pois este amor não é seu, mas vem de Deus, para ser transferido aos demais especialmente ao seu marido, que é parte de seu corpo.

Quando a mulher é de Deus e seu marido não é cristão, mesmo assim ela deve se submeter a ele, por amor, e não porque seja obrigada ou por está escrito na Bíblia. Deve ser algo natural, que jorra do seu interior, como se fosse uma fonte de águas cristalinas. Seu marido pode ser uma grande pedra tentando impedir que a água venha a fluir; pode até ser uma pessoa possessa de espírito imundo, mas tudo isso não deve impedir que essa fonte venha a jorrar. Sua força fará fluir água por todos os lados, e acabará sobrepujando o peso daquela pedra.

Se a mulher é de Deus e olhar pare o seu marido como se estivesse olhando para o Senhor Jesus, então ele acabará se transformando no marido cristão que ela tanto deseja.

A principal razão de muitas mulheres cristãs não terem ainda conseguido converter seus maridos é que elas ainda não souberam passar para eles a imagem de Deus que há nelas.

Muitas vezes, ao invés de olharem para eles com o mesmo olhar de misericórdia e compaixão cristãs, só criticam o seu comportamento, além de fazerem cobranças a todo o instante. Este procedimento os afasta cada vez mais da fé.

A mulher temente a Deus e submissa ao marido sabe aturar seus erros, porque tem consciente de que ele ainda não teve um encontro com o Senhor. Vai lutando através de orações e jejuns, e, sobretudo, manifesta um comportamento exemplar de mulher de Deus, especialmente dentro de sua casa.

A virgindade

A virgindade simboliza a pureza e santidade. É bem verdade que, no mundo atual, virgindade, pureza e santidade estão fora de moda, ultrapassadas. Aqueles que não têm conhecimento da majestade do Altíssimo estranham até quando tocamos neste assunto. Esta é, entretanto, a preocupação constante do coração dos que são de Deus.

A virgindade da mulher de Deus, tal qual a do homem de Deus, não reside apenas no fato de nunca terem tido uma experiência sexual, mas no seu comportamento exemplar e na pureza de seus pensamentos e palavras. Esta é a recomendação que o9 Espírito Santo nos  faz, através do apóstolo Paulo:

“Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo oi que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento.”

Filipenses 4.8

Os pais, portanto, devem instruir seus filhos, tanto meninas quanto meninos, a se absterem de relações sexuais antes do casamento, para que seus corpos possam servir como Templos do Espírito Santo.

A palavra

Poucos conhecem o poder da palavra, menos ainda daquela que sai da boca de uma mulher. É verdade que a palavra de uma mulher tem muita força quando é dirigida a um homem. Neste caso, a coisa se trona muito mais séria.

A Bíblia diz que a língua é como uma fagulha que põe em brasas em uma grande selva (Tiago 3.5). A palavra de uma mulher tem tanta influência que o diabo usou para fazer o homem cair.

A mulher não precisa participar de movimentos os feministas para tentar impor os seus direitos, pois estes ela já os tem quando usa a sua língua. Por isso também é que o Espírito santo orienta as mulheres a que sejam submissas aos seus maridos.

Esta submissão em amor encontra guarida no coração da mulher que, por causa disso mesmo, compreende essa relação. Diz-se, com muita propriedade, que no lar o marido é o cabeça e a mulher o coração.

Os filhos de Israel são até hoje proibidos de se casarem com pessoas que não tem a mesma fé judaica. A razão é muito simples: não quer que o Seu povo santo venha a se contaminar com outro povo, que não tenha nada a ver com Ele.

Além disso, o diabo usa freqüentemente o poder de influencia das mulheres para desvirtuar a fé do homem. Por isto, sob a lei de Moisés, o casamento misto era definitivamente proibido.

A mulher que deseja servir a Deus como instrumento da Sua vontade precisa estar consciente de que a sua palavra tem que ser moderada, pensada e ponderada. Ela deve ser breve no ouvir e tardia no falar.

O apóstolo Tiago, dirigido pelo Espírito de Deus, disse: ”Porque todos tropeçamos em muita coisa. Se alguém não tropeça no falar, é perfeito varão, capaz de refrear também todo o corpo.” (Tiago 3.2).

É claro que todas as pessoas devem ter o máximo cuidado no falar, inclusive os homens. Estamos, porém focalizando a mulher que pretende ser de Deus.

A mulher de Deus tem discrição e sabedoria na sua linguagem, pois é sábia, e para isto ela é de Deus.

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s